Acesso Reservado aos Alunos

Untitled Document Quando o Discípulo está Pronto

Quando o Discípulo está Pronto


Uns dizem que quando o discípulo está pronto, o Mestre aparece. Outros, ao contrário, explicam que, quando o discípulo está pronto, o Mestre desaparece.

Se aparece, ou se desaparece, são etapas de uma mesma jornada, a tal jornada que alguns chamam de caminho da iluminação.

Mas o que seria este caminho? Na certa não é uma estrada que se precise realmente trilhar. Ninguém necessita se mudar para o Tibet, ou fazer o caminho de Santiago, para conquistar a iluminação. O caminho é para dentro, em mergulhos gradativos até que a pessoa se torne um ser total, plenamente consciente.

O ser humano, principalmente o ocidental, sempre se preocupou em procurar suas respostas fora de si mesmo, e o caminho entre o consciente e o inconsciente sofreu uma ruptura, que pode ser restaurada na medida em que a pessoa se acostuma a se voltar para dentro e a trabalhar seu psiquismo.

Poderíamos dividir esta caminhada em 3 etapas preliminares:





1) O futuro discípulo não está pronto e nem está procurando um mestre:

É aquela fase em que a pessoa está totalmente fixada no mundo exterior, e seu encontro com o inconsciente só acontece através dos sonhos ou em raros momentos de relaxamento mental. Alguns ficam nesta fase a vida toda....

2) Quando o discípulo está pronto, o mestre aparece:

De repente, no meio da loucura que é a vida voltada somente para o exterior, acontece alguma coisa que atrai o foco da consciência um pouco mais para o interior. Há um toque em nível consciente na estrutura interna, até então desconhecida, e um conseqüente estremecimento de todo o ser. Ele fica inquieto, começa uma procura, sem saber bem o que está buscando, até que encontra um mestre  ... Uns se contentam com um só mestre, outros com vários. Alguns preferem seitas, religiões, livros, enfim... São também muitos os que ficam nesta etapa durante toda a vida.

3) Quando o discípulo está pronto, o mestre desaparece:

Aí chega aquela etapa em que o contato com o interior se faz com mais facilidade, e a pessoa já caminha a passos largos para romper o bloqueio entre sua consciência mortal e o seu Eu imortal e eterno, ou inconsciente, ou Eu Interior, ou que tantos outros nomes possa ter, mas que interage com todas as dimensões. O mestre desaparece, porque nenhum mestre, nenhuma religião, nenhuma seita pode lhe revelar coisas mais profundas e intensas do que aquelas que seu Eu interno tem a lhe mostrar.




Falei em 3 etapas preliminares de uma jornada, porque acredito que somente a partir desta terceira etapa é que começa, realmente, a Grande Caminhada, aquela em que a pessoa parte para a busca de seu verdadeiro lugar dentro do Universo visível e invisível que a rodeia.

.................................................................................................................

Texto de: Márcia Villas-Bôas

.................................................................................................................


Artigos